Bichinho sobreviveu após ter se agarrado ao teto do carro. O veículo se deslocava a 88 km/h por uma estrada movimentada

BBC

Um coala conseguiu sobreviver a um atropelamento na Austrália após se agarrar ao teto de um carro. O veículo se deslocava a 88 km/h por uma estrada movimentada.

Acasalamento: Coalas ganham namoradas e assustam rivais no grito

Veterinários tentam descobrir onde coala foi atropelado para devolvê-lo à natureza
AFP
Veterinários tentam descobrir onde coala foi atropelado para devolvê-lo à natureza


Assista: Ao ficar 'ilhado', coala nada e pega carona em canoa

O Zoológico da Austrália, que está tratando do animal, disse que ele não sofreu ferimentos, exceto por uma unha quebrada. Os coalas estão na lista de espécies "vulneráveis" na Austrália.

O marsupial foi batizado pela equipe do zoológico como Timberwolf, em homenagem a um time de futebol local. Ele foi atingido pelo carro perto de Maryborough, no Estado de Queensland, na última sexta-feira.

Uma história extraordinária

O motorista e sua família só perceberam que tinham um "passageiro clandestino" quando pararam para abastecer em um posto de gasolina. O veterinário australiano Claude Lacasse disse à agência de notícias AFP estar surpreso com o fato do animal apresentar boas condições de saúde.

Veja fotos de animais em poses quase humanas

"É absolutamente incrível que ele tenha sofrido apenas pequenos ferimentos e sobrevivido", disse Lacasse. "Essa é realmente uma história extraordinária, ele é um coala muito sortudo".

Timberwolf recebeu analgésicos devido à sua unha ferida e está se recuperando no zoológico, que foi criado por Steve Irwin, o conservacionista conhecido em programas de TV como "Caçador de Crocodilos".

O hospital da instituição trata cerca de 70 coalas por mês. Mais da metade é vítima de atropelamentos ou de ataques de animais domésticos. Os veterinários estão agora tentando descobrir onde o coala foi atingido pelo carro para determinar o melhor ponto para devolvê-lo à natureza.

Acredita-se que mais de 10 milhões de coalas viviam na Austrália antes dos colonos britânicos chegarem em 1788. Hoje estima-se que 43.000 estejam livres na natureza.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.