Idosa britânica é achada morta em apartamento após seis anos

Por BBC Brasil |

compartilhe

Tamanho do texto

'É horrível, depois de todo este tempo. Por que ninguém notou? Nós pensamos que ela tinha se mudado', disse um dos vizinhos

BBC

BBC
Anne Leitrim foi encontrada morta neste prédio de apartamentos depois de seis anos

Uma idosa de cerca de 70 anos foi encontrada em seu apartamento, em Bournemouth, sul da Inglaterra, seis anos depois de morrer.

Leia outras notícias do Mundo Insólito

Espanha: Sem-teto invadem imóvel e acham corpo de homem morto há 4 anos

Um oficial de Justiça, um agente imobiliário e um chaveiro conseguiram entrar no apartamento, que ficava no térreo de um prédio com oito apartamentos. Lá, eles descobriram o corpo. Segundo os vizinhos, ela se chamava Anne Leitrim.

"É horrível, depois de todo este tempo. Por que ninguém notou? Nós pensamos que ela tinha se mudado. Ela tinha um carro e o carro desapareceu. Automaticamente pensamos: a senhora se mudou", disse John Stanley, vizinho da idosa.

EUA: Adolescente encontra corpo mumificado pendurado em armário de casa

"Estou tremendo há dois dias. Nos sentimos tão culpados, pois não tentamos bater na porta, ou tentamos entrar no apartamento, ou avisar alguém. Nós realmente pensamos que ela tinha se mudado", disse outra vizinha, Ruth Evans.

Stanley entrou no apartamento para identificar o corpo. "Quando fui até o fundo do quarto, pude ver um par de pés para fora da cama. Agora, dois dias depois, veio o choque (...). É uma tragédia para todos nós", disse.

"Ela era uma senhora tão boa e pensar que em mais de cinco anos ninguém, ninguém mesmo, sentiu falta dela... isto é tão triste", afirmou Ruth.

Uma instituição de caridade britânica que fornece apoio a idosos do país afirma que muitos deles são praticamente invisíveis para o resto da sociedade.

"Eles realmente não saem de casa então é bem comum que um idoso viva em um lugar e as pessoas não o vejam. Mas tenho que dizer que este tempo todo (seis anos sem ver uma pessoa) é uma situação muito extrema", disse Cliff Rich, da organização Contact the Elderly.

A polícia de Dorset, que cuida da região de Bournemouth, não está tratando o caso como morte suspeita.

Leia tudo sobre: reino unidoeuaidosa

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas