Noiva se casa com filha recém-nascida presa à cauda do vestido nos EUA

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Shona Carter-Brooks afirmou que a filha estava 'protegida por Cristo'; a bebê não deve ter mais de um mês de nascida, diz site

Uma noiva do Tennessee, EUA, defendeu sua curiosa decisão de prender a filha recém-nascida à cauda do vestido de casamento e puxá-la enquanto caminhava rumo ao altar, dizendo que seu bebê estava "acordado e bem protegido" e "coberto por Cristo”.

Reprodução/Youtube
Shona Carter-Brooks aparece com sua filha recém nascida 'presa' a calda de seu vestido de noiva

Shona Carter-Brooks recebeu inúmeras críticas ao publicar a foto do momento inusitado em sua conta no Facebook. Ela se casou com Johnathan Brooks em Ripley, no mês passado.

Veja mais notícias do Mundo Insólito

"Me desculpe, mas se eu tivesse visto isso teria me levantado do meu lugar e tirado o bebê daquela situação. É algo muito idiota", dizia uma das críticas no site Clutch.

De acordo com nota do Daily News, a bebê, que se chama Aubrey, deve ter nascido apenas um mês antes da cerimônia.

O vestido da noiva pertence a linha White da estilista americana Vera Wang e custa entre R$ 800 e R$ 2.800. Ele deve ter sido alterado para permitir que a criança fosse "puxada" pela mãe.

Apesar da repercussão negativa da imagem, Shona mantém a foto em seu perfil no Facebook.

"As pessoas me questionam, fazem comentários negativos. Nós cremos que estamos cobertos pelo sangue daquele que nunca perde seu poder. Então para a mídia, rádio, jornais e quem mais queira falar sobre o assunto: 'Mídia, sei como funciona (...). Sempre haverá coisas negativas a se dizer. A resposta é que fizemos o que nós queríamos fazer, e enquanto Jesus estiver ao nosso lado, tudo vai funcionar bem e continuar bem."

*Com Daily News

Leia tudo sobre: noivatenneesseeshonacriançavestidoeua

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas