Museu Gandhi Smriti fica na Índia; local chamava Birla House quando Mahatma Gandhi foi morto a tiros, em 1948

Enrolado em seu khaddar, manta branca indiana, Mohandas Karamchand Gandhi, dito Mahatma, atravessou os jardins da Birla House em Nova Délhi, Índia, no entardecer do dia 30 de janeiro de 1948 para rezar. Popular por sua simplicidade e defesa da luta não-armada, o líder da independência indiana logo foi cercado por uma multidão.

Quando menos se esperava, porém, três tiros ecoaram da arma de Nathuram Godse e atingiram o líder religioso, que morreu pouco tempo depois. Preso, Godse acusava Gandhi de enfraquecer o governo indiano ao obrigá-lo a pagar dívidas com o Paquistão. O extremista hindu foi julgado e condenado ao enforcamento.

Logo o jardim de Birla se transformou no Museu Gandhi Smriti, dedicado ao líder religioso e famoso pelas atividades culturais gratuitas. Veja esse e outros locais famosos pela morte de personalidades no mundo.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.