Jovens se inspiram em série artística e 'adotam' repolho em festival na China

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

O chinês Han Bing realizou a série 'Walking the Cabbage' entre 2000 e 2008; vegetal foi associado a tratamento contra solidão

Jovens chineses se inspiraram na série 'Walking the Cabbage in Tiananmen' - Andando com o Repolho, em tradução livre - do artista e fotógrafo chinês Han Bing, e causaram polêmica durante o festival de música MIDI, realizado em Pequim, neste final de semana.  

Reprodução/Youtube
Jovens se inspiraram em série artística e levaram repolhos a show de música em Pequim, China


Confira mais notícias do Mundo Insólito

De acordo com a mídia, os 'donos' do vegetal haviam aderido a um tratamento psicológico contra os problemas relacionados a depressão, como a solidão, e mantinham o vegetal como animal de estimação.

Em entrevista ao Austrian Times, por exemplo, Lui Ja Chen, 17 anos, afirmou que "Sinto que posso transferir meus pensamentos negativos sobre mim mesmo para o repolho, ir a um passeio com ele e voltar para casa me sentindo melhor sobre eu mesmo.”

"Quando vejo alguém com o repolho é mais fácil iniciar uma conversa. Eles são melhores do que cães porque não descascam, não iniciam brigas, não precisam comer e nem deixam sujeira na calçada”, continuou ele. “Na verdade, depois, eu posso jogar o repolho fora e sentir que joguei meus sentimentos ruins com ele”. Ainda não está claro o que motivou o jovem a dar essa declaração. 

Reprodução/Youtube
Fotos tiradas pelo artista e fotógrafo Han Bing na série 'Walking the Cabbage in Tiananmen'

Bing, o artista por trás do trabalho - e na frente da câmera - é especialista em fotografia e arte performática. Andando com o repolho faz parte de uma série de fotografias performativas que produziu durante período de oito anos, entre os anos 2000 e 2008.

À época, o artista afirmou que sua intenção era 'que as pessoas vejam o quanto de nossas vidas diárias são rotinas que nos cega'.

Em seus trabalhos, Han Bing faz exatamente isso: por meio da manipulação sutil de imagens banais, ele levanta questões importantes sobre as normas sociais contemporâneos chinesas. 

*Com The World of Chinese e That's Mag

Leia tudo sobre: repolho na chinaadolescentesdepressaochenbingartistaarte

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas