Pássaro Pitohui tem penas revestidas de veneno e caracol possui toxinas com potencial de uso em armas bioterroristas

Quem olha para a espécie "Caracol do Cone" da Austrália não imagina estar diante de um assunto de segurança pública. Pelo menos é assim que os EUA consideram o veneno do animal - que contém mais de cem componentes químicos diferentes e é capaz de matar em poucas horas -, segundo a Universidade de Utah. De acordo com biólogo da instituição Baldomero Oliveira, o centro de pesquisas está autorizado a fazer seus estudos sobre a espécie, sob supervisão do governo americano, que teme o uso do veneno como arma bioterrorista.

Leia mais notícias do Mundo Insólito

Mas o perigo não está restrito apenas às criaturas que vivem no solo. Alguns pássaros da espécie Pitohui, da Nova Guiné, são considerados uma "arma que voa" por serem os únicos venenosos do planeta. Eles têm nas penas o componente tóxico homobatracotoxina, capaz de paralisar músculos como o coração: leva somente minutos para esse veneno se infiltrar na pele e matar sua vítima. Confira abaixo esses e outros animais considerados um perigo para o ser humano:


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.