Fotógrafa Christel Jeanne escolhe a dedo na feira vegetais 'retorcidos' ou com formas estranhas para os ensaios

BBC

A exposição "Os frutos da minha imaginação", em cartaz no Bercy Village, em Paris, apresenta fotografias de frutas e legumes transformados em animais ou personagens insólitos.

As obras são da fotógrafa francesa Christel Jeanne, que costuma percorrer feiras e mercados em busca de frutas e legumes retorcidos e com formas estranhas, que possam inspirar suas criações.

Após ter encontrado a fruta ou legume com formato original, ela realiza um minucioso trabalho de produção visual para criar "rostos" expressivos, com caretas ou sorrisos, e corpos de animais ou personagens.

Exposição em Paris mostra artistas sob efeito de drogas

Um chuchu, por exemplo, se transforma em um sapo; um pimentão todo torto ganha o rosto de um personagem com "cara de mau", ou se transforma no rosto de um leão com juba de folhas de alface.

Uma pera se transforma no corpo de um caracol "perdido" no meio da neve (na fotografia chamada "Onde estou?") ou se transforma na cabeça de um elefante com orelhas de folhas de salada.

Nas lentes da fotógrafa, um limão amarelo vira um "pintinho" com pés de talo de tomate e um morango se torna um divertido peixinho vermelho.

"A textura, a cor e a forma dos legumes e frutas me inspiram", diz a fotógrafa, que afirma "conversar" com tomates.

Em suas fotos, os tubérculos com formas incomuns se transformam em pássaros sobre o tronco de uma árvore ou outros animais, como um esquilo na grama, e também um boneco com pernas cruzadas sentado sobre um banco de jardim.

Jeanne trabalha nessas criações há mais de dez anos e realizou duas séries de fotos com o mesmo nome da exposição, "Os frutos da minha imaginação".

Na primeira, os personagens criados com frutas e legumes aparecem em um fundo branco. Na segunda, eles são inseridos em paisagens na natureza.

"É dar uma nova vida às frutas e legumes", diz a fotógrafa, que "dá alma" aos personagens e cria situações divertidas e também poéticas.

Outros artistas já se inspiraram nos alimentos para criar obras de arte, estilo hoje chamado de "food art".

Um dos mais célebres é o pintor italiano Giuseppe Arcimboldo, do século 16, que causou grande furor na época com seus retratos de personagens criados com vegetais e animais.

Uma das versões mais conhecidas da obra de Arcimboldo é a série "As quatro estações" exposta no Museu do Louvre, em Paris.

A exposição "Os frutos da minha imaginação" apresenta 30 obras da fotógrafa e será apresentada no Bercy Village até 27 de maio.

O Bercy Village é um local da capital francesa que funcionou durante mais de um século, até 1960, como um grande mercado vinícola.

A área, tombada pelo patrimônio histórico, foi restaurada e se transformou em uma rua de pedestres com lojas, restaurantes e espaços de lazer.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.