Navio-fantasma vaga sem rumo pelo Atlântico Norte

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Sem tripulação e infestada de ratos, embarcação perdida durante operação de rebocamento em 2010 teria sido localizada por estação de radar britânica

Uma embarcação da era soviética infestada de ratos, pesando 1.565 toneladas, vagando sem tripulação pelos mares. Poderia ser o roteiro de um filme de Hollywood, mas esse navio-fantasma existe de verdade.

Conheça a home do Último Segundo
Leia todas as notícias de Mundo Insólito

O Lyubov Orlova, construído em 1976, se perdeu no Atlântico quando estava sendo rebocado em 2010. Foto: Wikimedia CommonsVeja mais barcos abandonados pelo mundo - Embarcação que apareceu em 2011 em Queensland, na Austrália. Foto: ReproduçãoBarco abandonado na costa da Romênia, na cidade de Costinesti . Foto: ReproduçãoAté hoje não se sabe como essa escuna foi parar em Cape Hatteras, Carolina do Norte, em 1921. Foto: Wikimedia CommonsO HMS Justice pertenceu à marinha britânica e acabou abandonado em Ushuaia (Argentina) após seu leme quebrar. Foto: Wikimedia CommonsRepresentação artística da escuna Octavius, famoso navio-fantasma que singrou os mares de 1762 a 1775, quando seus destroços foram encontrados. Foto: Wikimedia CommonsConstruído em 1940, o American Star navegou até 1994, quando se acidentou nas nas Ilhas Canárias e foi abandonado. Foto: Wikimedia CommonsAbandonada em dezembro de 1981, o Dimitrius é de fácil acesso: está encalhado na praia, na cidade grega de Gythio . Foto: Wikimedia CommonsA guerra civil em Angola devastou o país e deixou um cemitério de 39 navios largados próximos da costa. Foto: Wikimedia Commons


Construído na antiga Iugoslávia em 1976, o Lyubov Orlova acabou abandonado num porto do Canadá após a falência de seus proprietários. Mas o pior estava por vir: durante a operação que o rebocaria em 2010 para a República Dominicana, onde vivia seu comprador, uma corda se rompeu, e o barco definitivamente singrou os mares sem rumo.

No ano passado, uma estação britânica de radar localizou uma massa no Atlântico Norte que correspondia em tamanho ao navio desaparecido. O sinal foi monitorado e, desde então, trabalhos eventuais de busca não tiveram sucesso em localizá-lo.

Autoridades do Reino Unido agora temem que o Lyubov Orlova se choque contra a costa do país. O barco é considerado uma bomba ambulante de doenças. E convivendo há três anos sem alimento, os ratos estariam se canibalizando uns aos outros, acreditam cientistas.

Leia tudo sobre: naviofantasma

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas