Multidão queima moçambicano vivo na África do Sul

Uma multidão queimou vivo um moçambicano neste sábado em um bairro de Pretória, sob a acusação de que o mesmo incendiou uma casa, um mês depois da onda de ataques xenófobos na África do Sul.

AFP |

"A vítima, um homem de 30 anos de nacionalidade moçambicana, recebeu pedradas antes de ser queimado vivo por moradores do bairro de Brazzaville em Atteridgeville", afirmou à AFP o capitão da polícia Thomas Mufamadi.

"Eles afirmaram que o homem incendiou uma casa antiga na sexta-feira à noite e o perseguiram", acrescentou.

Em maio, a África do Sul viveu 15 dias de atos xenófobos contra os imigrantes, que deixaram um saldo de 62 mortos, centenas de feridos e milhares de desabrigados.

chp/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG