Mulheres terão prioridade nas doações de comida no Haiti

Porto Príncipe, 1 fev (EFE).- As mulheres haitianas terão prioridade sobre os homens na hora de receber comida, segundo anunciou o porta-voz do Programa Mundial de Alimentos (PMA), Pierre Frederic, na capital haitiana.

EFE |

Frederic, citado pela Rádio "Metropole", considera que as mulheres são mais disciplinadas que os homens e sabem aguardar melhor nas filas onde são distribuídos os alimentos e dividem melhor a comida entre seus familiares.

Segundo o responsável do PMA, a agência vai distribuir a comida durante as próximas duas semanas em 16 pontos ao longo da capital, e só as mulheres serão admitidas nesses locais. Depois, serão elas que entregarão os alimentos a suas famílias.

Por esta distribuição, cada beneficiada receberá um saco de 25 quilos de arroz com capacidade para alimentar uma família de cinco crianças durante uma semana, com o que a organização terá alcançado o objetivo de dar comida a 1 milhão de pessoas durante essas duas semanas.

Um dos grandes problemas nas operações de distribuição de alimentos foi a preponderância de homens jovens nas filas, que acabavam empurrando as mulheres e os idosos, a não ser quando havia contingente de soldados da ONU para dar prioridade a esses grupos.

EFE fjo/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG