são mais bonitas , diz Berlusconi - Mundo - iG" /

Mulheres da direita são mais bonitas , diz Berlusconi

O ex-premiê italiano Silvio Berlusconi, candidato nas eleições parlamentares do próximo fim-de-semana na Itália e favorito para ocupar o cargo de próximo primeiro-ministro, esquentou a campanha eleitoral com mais uma afirmação polêmica, ao dizer que as mulheres da direita são certamente mais belas do que as da esquerda. A declaração de Berlusconi, feita em um programa de rádio, provocou reação imediata das mulheres ligadas aos partidos de esquerda ou centro-esquerda na Itália.

BBC Brasil |

"Berlusconi deveria aprender que o contrário da beleza é a vulgaridade", comentou Giovanna Melandri, ex-ministra do Esporte do governo de centro-esquerda liderado por Romano Prodi, que se demitiu em janeiro.

No final de semana passado, durante uma visita à Sardenha, o ex-premiê já tinha feito comentários sobre o sexo feminino, ressaltando que o poder das mulheres "é dentro de casa".

"A primazia feminina é dentro das paredes domésticas, mas fora de casa é discutível", afirmou o líder da coalizão de centro-direita, que já governou a Itália de 2001 a 2005.

Berlusconi disse ainda que, quando volta para casa, sua mulher quer conversar para contar dos filhos, dos empregados ou do jardim. Mas ele confessa que foge do assunto.

"Me escondo na cama e não saio", disse.

'Piadas'
As mulheres têm sido um dos alvos preferidos de Berlusconi, que tem 71 anos, nesta campanha eleitoral. No final de março, ao se encontrar com integrantes do Partido dos Aposentados, dirigiu-se às mulheres como sendo "a seção menopausa" do grupo.

Poucas semanas antes, Berlusconi, que é o homem mais rico da Itália, sugeriu a uma jovem desempregada que ela se casasse com um rico, como seu filho, Piersilvio Berlusconi, para resolver seus problemas.

"Ache o filho de Berlusconi ou de algum outro, que não tenha esse tipo de problema (o desemprego)", disse.

As mulheres da coalizão de centro-direita não têm reclamado das afirmações do ex-primeiro-ministro a respeito do sexo feminino. Nem mesmo quando ele disse a elas, em um congresso semanas atrás, que algumas "teriam que se preparar para cozinhar para os candidatos da coalizão".

Na opinião de Giovanna Melandri, essas "piadinhas" de Silvio Berlusconi têm um fundo revelador.

"Quando (as piadas) deixam transparecer uma concepção humilhante das mulheres, podem revelar muito sobre a pessoa que as pronuncia", disse Melandri ao jornal Corriere della Sera.

Vantagem
Silvio Berlusconi é o candidato a primeiro-ministro da Itália pela coalizão de centro-direita, nas eleições dos próximos dias 13 e 14 de abril. Seu principal adversário é o ex-prefeito de Roma, Walter Veltroni, 54 anos de idade, líder do recém-formado Partido Democrático, hoje a principal força política de centro-esquerda na Itália.

Os italianos voltam às urnas para renovar o Parlamento, após a demissão de Romano Prodi em janeiro passado, depois que ele não conseguiu obter um voto de confiança no Senado.

Segundo as últimas pesquisas de opinião, Silvio Berlusconi estaria em vantagem sobre Veltroni na preferência dos italianos.

A distância entre os dois seria de cerca oito pontos percentuais, mas o ex-prefeito de Roma teria apresentado uma recuperação nas últimas semanas.

"Somos a Itália de 1982", disse Veltroni, durante um comício no sul do país nesta terça-feira, fazendo referência à Copa do Mundo de futebol, quando a seleção "azzurra" ganhou, surpreendendo.

"Para nós, é como aquele campeonato. Quando começamos, ninguém acreditava, depois ganhamos da Argentina, do Brasil, da Polônia e da Alemanha", afirmou Veltroni.

Na opinião de observadores políticos italianos, no entanto, o resultado mais provável seria o empate entre as duas coalizões. Neste caso, seria formado um governo de "responsabilidade nacional" para enfrentar a séria crise econômica na qual o país se encontra.

    Leia tudo sobre: berlusconi

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG