Mulher-bomba mata ao menos 15 no Iraque

BAGDÁ (Reuters) - Pelo menos 15 pessoas morreram e outras 15 ficaram feridas quando uma mulher explodiu-se entre policiais no norte de Bagdá neste domingo, disseram fontes da polícia e de hospitais. O ataque aconteceu em Baquba, capital da província multiétnica de Diyala, onde os sunitas da al Qaeda causam tensão apesar de uma sucessão de ataques militares que diminuíram as ações do grupo.

Reuters |

Fontes policiais e hospitalares disseram que ao menos 15 morreram no ataque. Um câmera da Reuters afirmou que contou 12 corpos sendo levados a hospitais.

A polícia informou que uma mulher caminhou perto de um grupo de policiais que comia num restaurante ao ar livre e detonou os explosivos. Vários carros foram atingidos.

Ataques com mulher-bomba têm acontecido nos últimos seis meses, principalmente em Diyala.

(Reportagem de Dean Yates)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG