Mulher-bomba é morta pela polícia antes de cometer atentado no Iraque

A polícia iraquiana matou uma mulher-bomba que pretendia cometer um atentado diante de um posto policial de Duluiya, norte de Bagdá.

AFP |

A iraquiana, de cerca de 30 anos de idade, segundo a polícia, se dirigia para um posto de controle da polícia de Duluiya, na província sunita de Salahedín, quando os agentes a interceptaram.

Vestida com um tradicional traje negro e com o rosto encoberto, a iraquiana continuou avançando. Um policial então a abateu, segundo uma fonte da segurança.

O tiro ativou a explosão do cinturao, que acabou apenas ferindo um civil.

Mais de 30 mulheres realizaram atentados suicidas no correr deste ano no Iraque.

str-kat/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG