Uma mulher suspeita de ter assassinado uma de suas amigas e de ter consumido partes de sua carne, na região de Irkoutsk (Sibéria), foi detida pela polícia, informou um dirigente do comitê de investigação russo.

"A polícia dispõe de informações segundo as quais esta mulher cozinhou pedaços da amiga e os consumiu", declarou Vladimir Salovarov, chefe desse comitê, citado pela agência russa Interfax.

As duas amigas chegaram a beber muito durante um encontro. A mulher assassina já admitiu a culpa. Contou que usou de um machado para esquartejar a outra, tendo jogado algumas partes no lixo.

Semana passada, em outro episódio semelhante, o Ministério Público da República de Udmurtia (Rússia) abriu investigações sobre um homem suspeito de canibalismo, depois da descoberta do corpo mutilado de uma mulher, segundo o site da procuradoria.

bfi/ahe/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.