Mulher suicida ataca delegacia de Diyala e mata 5 policiais

Bagdá, 22 abr (EFE).- Um ataque suicida cometido hoje por uma mulher em uma delegacia da província de Diyala, ao nordeste de Bagdá, matou cinco policiais e feriu doze, a maioria deles em estado grave.

EFE |

Segundo fontes policiais da cidade de Baquba, capital da província de Diyala, a terrorista detonou a carga de explosivos que que estava presa ao corpo dentro da delegacia.

A mulher entrou na delegacia com o pretexto de perguntar por seu filho que teria sido detido, disseram as mesmas fontes.

Os ataques suicidas cometidos por mulheres são cada vez mais freqüentes em Diyala, o último ocorreu nesta segunda-feira contra um posto de controle, que matou três pessoas e deixou cinco feridos.

Além disso, um soldado iraquiano e um civil morreram hoje devido à explosão de um carro-bomba no bairro de Al-Mansur, ao oeste de Bagdá, segundo fontes do Ministério do Interior.

A explosão ocorreu em uma praça, na passagem de uma patrulha do Exército iraquiano, que ficou destruída.

Quatro militares ficaram feridos e a força da explosão deixou muitos danos materiais nos imóveis próximos, além de ter destruído 10 carros particulares que estavam na zona.

O Ministério do Interior iraquiano também informou sobre um atentado na cidade de Ramadi, província de Al-Anbar, no oeste do Iraque.

Neste incidente, um carro-bomba dirigido por um terrorista suicida atingiu um posto de controle da Polícia iraquiana e causou a morte de dois agentes e feriu outros nove, além de 21 civis. EFE am/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG