Mulher sequestrada quando era criança aparece 18 anos depois nos EUA

Washington, 27 ago (EFE).- Uma mulher que foi sequestrada na rua aos 11 anos se apresentou nesta quarta-feira em uma delegacia na Califórnia, nos Estados Unidos, para se identificar e denunciar o que aconteceu há 18 anos, informou hoje a imprensa local.

EFE |

O jornal "Los Angeles Times" informou que a Polícia já deteve um casal supostamente relacionado com o caso.

As autoridades identificaram hoje a mulher, que agora tem 29 anos, como Jaycee Lee Dugard, uma menina que desapareceu em 1991 em circunstâncias indeterminadas e cujo processo permaneceu arquivado entre os casos pendentes por quase duas décadas.

Segundo o sargento Les Lovell, do escritório do xerife do condado de El Dorado, os agentes escutaram o relato da mulher, que ainda não foi divulgado à imprensa, e imediatamente depois ligaram para a mãe de Jaycee Lee, Terry Probyn.

O marido de Probyn, Carl, assegurou hoje à imprensa local que a esposa ligou para ele imediatamente após falar com a jovem.

"Ela me disse: 'Encontraram a Jaycee. Está viva'. Nesse momento, começamos a chorar durante dois minutos", disse Carl Probyn, que disse que a esposa tem certeza de que se trata de sua filha e que "se lembra de tudo".

O padrasto de Jaycee, que presenciou o sequestro da menina em junho de 1991, disse que a esposa recebeu uma ligação de um agente do FBI (Polícia federal americana) que assegurava que tinham encontrado "Jaycee e as pessoas que estavam com ela".

Jimmy Lee, porta-voz do xerife do condado do Contra Costa, confirmou que um homem e uma mulher foram detidos em relação com o caso.

Autoridades consultadas pelo jornal "San Francisco Chronicle" disseram que os detidos são Phillip Garrido, de 58 anos, e Nancy Garrido, de 55, e eles só ficarão em liberdade se conseguirem pagar uma fiança de US$ 1 milhão.

O casal é suspeito de sequestro e, no caso do homem, de assédio sexual, estupro e conspiração.

Philip Garrido, que tem antecedentes de crimes sexuais, foi ao escritório da localidade de Concord, no condado de El Dorado, junto da mulher e dos filhos na quarta-feira, depois que "alguém denunciou atividades suspeitas" relacionadas com ele e seus dois filhos no dia anterior em Berkeley, segundo o "San Francisco Chronicle".

Em 10 de junho de 1991, Jaycee andava em direção a um ponto de ônibus na localidade de South Lake Tahoe quando "um veículo ocupado por dois indivíduos se aproximou dela e a sequestrou diante dos olhos de seu padrasto", segundo o sargento Les Lovell.

Para o oficial, "não parece que a tenham mantido encarcerada ou capturada" durante estes 18 anos, mas não deu mais detalhes sobre o caso. EFE llb/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG