Jaycee Lee Dugard, que tinha 11 anos quando foi sequestrada em sua casa em South Lake Tahoe (nordeste da Califórnia), em 1991, apareceu sã e salva na área da grande São Francisco, a cerca de 200 km do local onde sumiu 18 anos atrás, informou a polícia nesta quinta-feira.

Há 18 anos, a polícia realiza uma investigação sobre o caso - que terminou quando a mulher de 29 anos se apresentou sozinha à polícia de Concord para dizer que era Jaycee Lee Dugard, explicou o oficial do xerife de El Dorado, Les Lovell, citado pelo jornal "Los Angeles Times".

"Sua família foi contactada e estão em processo de organizar" um encontro, disse Lovell. "Temos 99% de certeza de que é ela, com base nas conversas que a mãe teve com sua filha esta manhã".

Dugard havia sido sequestrada no dia 10 de junho de 1991 em South Lake Tahoe, 205 km a nordeste de San Francisco. Na época, testemunhas relataram tê-la visto pela última vez subindo em um carro ocupado por duas pessoas diante do olhar do padrastro, segundo o comunicado.

O padrasto de Jaycee, Carl Probyn, confirmou ao jornal Sacramento Bee que a enteada havia aparecido e que se encontrará com a mãe durante o dia.

Em 1991, Probyn viu de longe como um automóvel parou e levou a menina. Tentou segui-la de bicicleta, mas não conseguiu. A polícia o considera suspeito no caso.

Probyn se separou da mãe de Jaycee, Terry, com quem tem outra filha, após o sequestro da menina.

A mãe e a irmã da jovem sequestrada já estão em San Francisco (norte da Califórnia), para onde partiram na manhã desta quinta-feira para reencontrá-la.

"A vítima de um sequestro em 1991, Jaycee Dugard, foi localizada em bom estado de saúde", indica um comunicado do xerife do condado de El Dorado, divulgado na manhã desta quinta-feira.

A delegacia de El Dorado oferecerá uma entrevista coletiva para revelar mais detalhes sobre a reaparecimento de Jaycee.

Ainda de acordo com o oficial, há duas pessoas presas na Califórnia relacionadas ao sequestro de Jaycee: Phillip Garrido, de 58 anos, cuja ficha policial apresenta registros de estupro, e sua mulher, Nancy Garrido.

O caso está atualmente nas mãos do FBI, confirmou à AFP o xerife Daniel Terry, do condado de Contra Costra, onde fica o departamento de polícia de Concord, para o qual Jaycee Lee Dugard se dirigiu na quarta-feira.

Os Garrido "foram detidos na quarta-feira. Tiveram a fiança fixada em um milhão de dólares", informou Terry.



Imagem de arquivo de Jaycee Lee Dugard antes do rapto em 1991

Leia mais sobre sequestro


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.