Mulher que fugiu após receber US$ 7,5 mi por engano é detida na Nova Zelândia

Um banco depositou por engano US$ 7,5 milhões(aproximadamente R$ 12,5 milhões) em vez dos US$ 75 mil solicitados

EFE |

A Polícia da Nova Zelândia deteve nesta sexta-feira a mulher que fugiu do país com o namorado depois de um banco ter depositado por engano em sua conta 10 milhões de dólares neozelandeses (US$ 7,5 milhões).

Kara Hurring e seu companheiro, Leo Gao, administravam um posto de gasolina em Rotuora, na Ilha do Norte, e em abril de 2009 pediram uma extensão da hipoteca, mas o banco se enganou e depositou os US$ 7,5 milhões em vez dos US$ 75 mil solicitados.

O banco se deu conta do erro poucos dias depois, mas o casal já havia transferido em torno de US$ 5,1 milhões para outras contas antes de fugir para Hong Kong. Segundo a Polícia, metade deste montante foi recuperado, mas cerca de US$ 2,85 milhões ainda não foram localizados.

Kara, de 31 anos, foi detida no aeroporto de Auckland, onde se entregou à Polícia. Após passar pelo juizado de Rotuora, a mulher pagou fiança e foi liberada.

Kara, que enfrenta as acusações de roubo e lavagem de dinheiro, retornou voluntariamente à Nova Zelândia após ligar para a polícia, explicou o sargento Mark Loper. A imprensa local relatou no ano passado que Kara tentou retornar à Nova Zelândia por ter ficado com pouco dinheiro após terminar seu relacionamento.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG