Sydney (Austrália), 15 ago (EFE).- Uma mulher de 40 anos que enviava pela internet imagens de crianças enquanto eram abusadas sexualmente foi condenada hoje a quatro anos e meio de prisão na Austrália, informaram fontes judiciais.

Suzanne McDonald foi sentenciada pelo Tribunal do Distrito de Sydney, após declarar-se culpada de possuir mais de duas mil imagens de pornografia infantil em seu computador, e admitir tê-las enviado por e-mail a outras pessoas.

A Polícia considera as imagens "horríveis".

Suzanne terá direito de solicitar liberdade por meio de pagamento de fiança dentro de três anos, mas pelo fato de já ter cumprido parte de sua pena, poderia ser liberada em dezembro de 2010. EFE mg/fr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.