não queria lhe fazer mal - Mundo - iG" /

Mulher que agrediu o papa não queria lhe fazer mal

A jovem de 25 anos que derrubou o papa na noite de quinta-feira, no Vaticano, declarou aos médicos que ela não queria lhe fazer mal, anunciou nesta sexta-feira o site do jornal La Repubblica.

AFP |

Susanna Maiolo, uma ítalo-suíça, que sofreria de problemas mentais, foi detida pela segurança do Vaticano logo em seguida ao episódio e transferida para uma unidade especializada.

"Nada aconteceu de grave. Trata-se de uma mulher que tentou cumprimentar o Santo Padre", afirmou por sua vez o arcebispo de Gênova e presidente da conferência episcopal italiana, o cardeal Angelo Bagnasco.

cj/mle/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG