Mulher que abandonou bebê em avião é processada na Nova Zelândia

Sidney - A samoana de 29 anos que deu à luz durante um voo e deixou o bebê recém-nascido no avião foi acusada hoje perante um tribunal neozelandês de abandonar e maltratar a filha, informou a agência de notícias local NZPA.

EFE |

O Departamento de Família e Infância local assumiu a guarda da menina, que foi encontrada após o desembarque de um voo que ia de Samoa à Nova Zelândia na semana passada.

As autoridades localizaram a mãe, cuja identidade não foi revelada, minutos depois da aterrissagem e levaram ela e o bebê a um hospital, onde foi confirmado que estavam em perfeito estado de saúde.

A imprensa neozelandesa revelou que a jovem samoana, que permanecerá na prisão até que compareça ao tribunal do distrito de Manukau, no próximo dia 9 de abril, viajava à Nova Zelândia para trabalhar colhendo frutas.

Leia mais sobre: bebês

    Leia tudo sobre: bebê

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG