Pescadora do Texas derramou líquido negro em si mesma durante audiência sobre o derramento de petróleo no Golfo do México

Uma pescadora de camarão de Seadrift, no Estado americano do Texas, fez um protesto contra o vazamento de petróleo no Golfo do México durante uma audiência no Senado americano nesta quarta-feira. Diane Wilson despejou um líquido negro em si mesma e foi detida logo depois.

O protesto aconteceu durante uma audiência da Comissão de Energia do Senado americano sobre o derramento de óleo. Wilson se sentou em uma das fileiras disponíveis para o público e se levantou um pouco depois da sessão começar, interrompendo o discurso da senadora republicana do Alasca, Lisa Murkowski, cujo Estado é amplamente dependente do petróleo.

Segundo uma nota distribuída pela associação que reúne ativistas de esquerda, a Code Pink, Wilson falou: "Senadora Murkowski, veja só o que acontece quando o petróleo é derramado em nossas cabeças!".

Em seguida, ela entornou cerca de um litro de um líquido escuro, que não parecia ser petróleo, na própria cabeça. A mulher foi imediatamente retirada da sala pela polícia do Capitólio.

"Com essa catástrofe da BP, eu observo a destruição da minha comunidade e estou escandalizada", declarou Diane Wilson no comunicado da Code Pink.

Além disso, segundo o comunicado, Wilson protestava contra a resolução proposta pela senadora Murkowski que privaria a Agência de Proteção do Meio Ambiente (EPA) de prerrogativas em matéria de regulamentação das emissões de poluentes. O Senado se pronunciará na quinta-feira sobre o texto.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.