Mulher morre e dez ficam feridos devido a confrontos em Trípoli

Beirute, 25 jul (EFE).- Uma mulher morreu de parada cardíaca e pelo menos dez pessoas ficaram feridas por causa dos enfrentamentos entre as comunidades sunita e alawi na cidade libanesa de Trípoli, enquanto os responsáveis políticos e religiosos da localidade chegaram hoje a uma trégua.

EFE |

Segundo uma fonte policial, a mulher foi identificada como Darwiche Dib.

Os confrontos começaram na quinta-feira, depois que grupos armados lançaram três granadas nos bairros de Bab Tebane, de maioria sunita, e de Jebel Mohsen, de maioria alawi.

Os combates, que durante a noite diminuíram, voltaram a acontecer esta manhã, segundo a imprensa local.

Após uma reunião entre os principais responsáveis desta cidade, o mufti de Trípoli, Malek Chaar, anunciou um cessar-fogo imediato, que deverá entrar em vigor às 13h (7h de Brasília), e deixar a segurança nas mãos do Exército libanês.

A imprensa local informou também que um foguete caiu perto de um mercado de frutas e legumes no bairro de Zahrieh, mas só causou danos materiais.

Vários habitantes da cidade, a segunda maior do Líbano, fugiram de casa para lugares mais seguros, enquanto elementos armados estão espalhados pelos bairros conflituosos, acrescentaram as fontes. EFE ks/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG