Mulher é presa perto de estádio olimpico de Londres com explosivos

Segurança tem sido reforçada com proximidade dos jogos de 2012

BBC Brasil |

selo

Uma segurança foi presa perto do Estádio Olímpico de Londres, suspeita de estar portando explosivos. A mulher, uma adestradora de cães de 40 anos de idade, foi detida após seu veículo ter sido submetido a uma busca pela polícia.

A polícia metropolitana de Londres disse que a prisão foi feita por sua divisão especial dedicada ao policiamento do Parque Olímpico (OSSU, na sigla em inglês), após os policiais terem recebido uma informação anônima.

Mas os policiais disseram não acreditar que o incidente tenha relação com terrorismo e afirmaram que a segurança do site não foi afetada.

A mulher, que foi presa na terça-feira suspeita de estar de posse de uma substância explosiva e também de drogas, foi levada para um distrito policial no leste de Londres e interrogada.

Buscas

Um porta-voz da agência de segurança em que a mulher trabalha, G4S, afirmou que as equipes de serviços caninos da empresa "possuem autorização de portar pequenas quantidades de explosivos para efeitos de treinamento" e que "todos os adestradores são avaliados e atuam dentro dos mais elevados padrões da indústria''.

A polícia disse que outro carro havia sido parado e submetido a uma busca pela OSSU, mas o motorista do veículo não foi detido. Buscas também foram realizadas em outras áreas residenciais em Londres e ao sul da capital, no condado de Kent.

Um porta-voz da OSSU afirmou que estão sendo tomadas ''medidas robustas para garantir a segurança do Parque Olímpico. Estamos trabalhando com a polícia na investigação. Em nenhum momento a segurança do Parque Olímpico foi colocada em risco''.

A prisão ocorreu no dia em que foram concluídos os trabalhos de construção no estádio que será usado nos Jogos de 2012, orçado em 486 milhões de libras (cerca de R$ 1,2 milhão).

    Leia tudo sobre: internacional

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG