Mulher é internada após tentar abrir porta de avião em pleno voo

San Juan, 2 abr (EFE).- Esther Pérez, a mulher que tentou abrir uma das portas de um avião que voava de San Juan para Nova York, foi internada hoje num centro psiquiátrico.

EFE |

O porta-voz do FBI (polícia federal americana) em Porto Rico, Harry Rodríguez, informou que Pérez, que ontem protagonizou um incidente meia hora após a decolagem de um voo da companhia JetBlue Airways, foi para uma instituição psiquiátrica por ordem de uma juíza federal.

Segundo Rodríguez, a magistrada Camille Vélez determinou a internação de Pérez ao constatar que a mulher, de 45 anos, não estava em condições de depor.

A mulher esteve hoje numa audiência, na qual ficou decidido que, por conta de estado mental, ela deveria ser enviada a um centro psiquiátrico para ser submetida a um exame detalhado.

O porta-voz do FBI não disse para qual instituição Pérez foi enviada. A mulher, que vive em Nova York, só será liberada após a realização dos exames.

Pérez deverá ser acusada de provocar um incidente com um membro da tripulação, delito punível com até 20 anos de prisão, segundo as leis federais vigentes em Porto Rico.

Rodríguez lembrou que a acusada, depois de dizer que precisava sair do avião, empurrou um membro da tripulação e tentou abrir uma das porta do aparelho.

Por motivos de segurança, o comandante da aeronave decidiu retornar ao aeroporto Luis Muñoz Marín, em San Juan, onde aterrissou uma hora após a decolagem. EFE arm/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG