Dança dos Famosos dinamarquesa - Mundo - iG" /

Mulher de premier faz sucesso na Dança dos Famosos dinamarquesa

Copenhague, 27 set (EFE).- Anne-Mette, mulher do primeiro-ministro da Dinamarca, Anders Fogh Rasmussen, se transformou em um fenômeno da televisão de seu país com sua bem-sucedida participação no programa Vild med dans, uma espécie de Dança dos Famosos local.

EFE |

Apresentada como a grande atração da nova temporada do programa há um mês, Anne-Mette deixou de ser um mero objeto de especulação sobre o suposto benefício ou prejuízo à imagem de seu marido, para se consolidar como uma das favoritas a vencer o concurso, como destacam hoje a imprensa local.

A pedagoga, de 50 anos e mãe de três filhos, sempre teve um papel discreto em público, sempre à sombra de seu marido, um liberal que governa a Dinamarca desde 2001.

Em junho, Anne-Mette decidiu aceitar o convite da rede "TV2" para participar da nova temporada de "Vild med dans" e revelar sua paixão pela dança.

A votação por celular salvou a mulher do primeiro-ministro de ser eliminada na primeira rodada, quando sua estréia com samba fez com que alguns jornais a chamassem de "rolo compressor" e a tecerem comentários jocosos sobre seu sobrepeso.

Anne-Mette superou as críticas rapidamente e em sua terceira atuação, dançando rumba, levantou elogios do público e da imprensa, tanto por sua boa atuação e seus progressos, como pelo vestido provocativo que vestia.

Em seu diário semanal no tablóide "Ekstra Bladet", Anne-Mette consolidou sua fama revelando seus esforços diários, sua esperança de ganhar e alguns detalhes picantes. Segundo o texto, seu marido disse que ela estava "muito sexy" com o vestido.

O primeiro-ministro Rasmussen, conhecido por sua personalidade seca, tem se mostrado mais amável, reconhecendo em sua página no em um site de relacionamento se sentir "orgulhoso" de sua mulher, assim como a tensão que passa em frente à televisão vendo-a dançar.

Toda a família de Anne-Mette foi torcer por ela no estúdio do programa, menos Rasmussen, a pedido de sua mulher.

Não falta quem considere que tudo isso tenha sido estudado para tornar a imagem do primeiro-ministro "mais humana", embora os vários rumores sobre sua promoção a um cargo de responsabilidade internacional na União Européia (UE) ou na Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) pareçam diminuir a consistência dessa teoria.

Além disso, as opiniões em fóruns na internet e em enquetes se concentram mais em elogiar a superação de Anne-Mette, que ontem convenceu o júri e o público com um foxtrote, mais ou menos na mesma hora que seu marido fazia um discurso na Assembléia Geral da ONU, em Nova York. EFE alc/wr/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG