Mulher de Karadzic diz que se sente aliviada pelo marido estar vivo

Sarajevo, 22 jul (EFE).- A esposa do servo-bósnio Radovan Karadzic, Ljiljana Zelen, se mostrou hoje aliviada ao saber que seu marido está vivo, e espera poder visitá-lo em Belgrado.

EFE |

"Estava totalmente confusa. Liguei a meu filho para que acordasse. Não estava bem, mas, depois de tudo, estou feliz que esteja vivo", disse hoje à imprensa local, em suas primeiras sensações após saber da detenção do marido.

As declarações de Zelen foram feitas em sua residência em Pale, a antiga capital servo-bósnia durante a guerra civil, situada a 23 quilômetros de Sarajevo.

A esposa de Karadzic e seus dois filhos, Sonja e Aleksandar, disseram que querem visitar o detido em Belgrado, mas, por enquanto, não podem viajar porque não têm a documentação.

Em janeiro, o alto representante internacional para a Bósnia, Miroslav Lajcak, ordenou que fossem retirados seus passaportes devido à relação com uma rede de ajuda para esconder Karadzic da Justiça.

Zelen pediu em público várias vezes que o marido se entregasse de forma voluntária, após denunciar pressões sobre a família. EFE nh/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG