Mulher de Berlusconi quer o divórcio--imprensa

Por Silvia Aloisi ROMA (Reuters) - A mulher do primeiro-ministro italiano, Silvio Berlusconi, quer o divórcio, informou a mídia italiana neste domingo, dias depois de ela ter criticado publicamente a escolha de candidatas do partido do marido às eleições europeias.

Reuters |

"Eu fui forçada a dar esse passo, não quero acrescentar mais nada", afirmou Veronica, 52 anos, ao jornal La Stampa. Ela disse já ter contratado um advogado.

O jornal La Repubblica e a agência de notícias ANSA também divulgaram a notícia. Em um comunicado de duas linhas, o premiê conservador disse: "Esse é um assunto pessoal que me entristece, isso é particular, e parece apropriado não falar sobre isso".

Na semana passada, Veronica, que há dois anos exigiu uma desculpa pública do marido por ter flertado com uma mulher mais jovem, afirmou que a escolha de candidatas para as eleições europeias foi um processo "vergonhosamente desprezível".

Ela também o acusou de ir a Nápoles no aniversário de uma jovem de 18 anos, filha de um conhecido político, mas não comparecer às festas dos próprios filhos.

Berlusconi, 72 anos, magnata da mídia, disse a repórteres que sentia por sua esposa aparentemente acreditar "no que lê nos jornais", culpando uma campanha contra ele "encabeçada pela imprensa esquerdista".

O partido de Berlusconi tem considerado um número de ex-atrizes e dançarinas de programas de TV como possíveis candidatas às eleições europeias em junho, segundo reportagens. Como líder da legenda, ele tem influência sobre quem faz a lista.

"O que está acontecendo hoje (na Itália) atrás de uma fachada de curvas e beleza feminina é grave", declarou Veronica em um email à ANSA na semana passada.

"Alguns escreveram que tudo faz parte de entretenimento para o imperador. Eu concordo", completou ela. "O que está saindo nos jornais é vergonhosamente desprezível, tudo em nome do poder".

Defensores de Berlusconi criticaram Veronica, também ex-atriz, pelo último atrito público com o marido. O premiê é o segundo homem mais rico do país, com uma fortuna de 6,5 bilhões de dólares, segundo a revista Forbes.

O site do partido foi inundado por mensagens atacando-a. Em um editorial, o jornal Il Giornale --pertencente ao irmão de Berlusconi-- disse que ela estava prejudicando não apenas o marido mas também todo o governo italiano.

Berlusconi e Veronica estão juntos há 29 anos e se casaram em 1990. Eles têm três filhos juntos.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG