ridículo diante do mundo - Mundo - iG" /

Mulher de Berlusconi diz que ele é ridículo diante do mundo

ROMA (Reuters) - A mulher do premiê italiano Silvio Berlusconi, envolvido em uma série de escândalos com outras mulheres, diz querer o divórcio porque não pode mais impedi-lo de se mostrar ridículo diante do mundo inteiro. Na edição revisada de uma biografia, Veronica Lario disse que não teve outra escolha a não ser deixar Berlusconi depois que os jornais disseram que ele foi à festa de aniversário de uma aspirante a modelo de 18 anos. Ele disse à mulher ter ido a uma conferência.

Reuters |

"Foi a enésima mentira. Melhor finalmente respeitar a mim mesma e me divorciar", disse Lario no livro intitulado "À maneira de Veronica", que chegou às livrarias nesta quarta-feira.

"Não posso me condenar a ser sua babá e não posso impedi-lo de se mostrar ridículo diante do mundo".

No início de maio, Lario exigiu publicamente o divórcio de seu marido há 19 anos, acusando-o de "andar com menores".

Berlusconi negou qualquer relação indecente com Letizia Noemi, a cuja festa de aniversário de 18 anos ele foi em abril e à qual ele deu de presente um colar de seis mil euros. Ele nega que qualquer coisa "picante" tenha acontecido entre os dois.

"Acho que não tenho escolha além de separar. Ele me contaria outra mentira e dessa vez eu não suportaria", disse Lario no livro da jornalista Maria Latella.

Segunda mulher de Berlusconi, Lario o conheceu em 1980 e lhe deu três filhos antes de se casarem uma década depois. Ela disse que durante muitos anos suportou em silêncio as andanças do marido com outras mulheres.

"Cheguei ao limite. Dez anos atrás eu não estava preparada, mas agora posso dizer: estou deixando este homem".

Lario conversou com Latella na primavera, antes de surgir um novo escândalo com alegações de que Berlusconi passou a noite com a garota de programa Patrizia D'Addario em sua residência de Roma em novembro.

Berlusconi, notório nos círculos diplomáticos por uma série de gafes, pediu perdão à esposa depois que Lario disse em carta pública a um jornal que ele havia ofendido sua dignidade.

Enquanto os escândalos sexuais agitam a imprensa estrangeira, as pesquisas de opinião mostram que muitos italianos consideram o assunto uma questão pessoal, que pouco afetou a grande popularidade do primeiro-ministro apesar da pior crise econômica desde a Segunda Guerra.

Lario disse entretanto que as transgressões de Berlusconi ameaçam eclipsar seu legado político. O bilionário surgido do nada é o primeiro-ministro mais longevo do pós-guerra.

"O que mais me desagrada é que um homem como Silvio pode ter traído a si mesmo", disse Lario. "Ele fez tanto, conquistou tanto, e hoje falam dele por coisas que nos fazem esquecer quem ele realmente é.

(Reportagem de Daniel Flynn)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG