Michelle Obama, mulher do pré-candidato democrata à presidência dos Estados Unidos, Barack Obama, tornou-se alvo dos ataques do Partido Republicano no Tennessee, que lançou um vídeo com denúncias contra ela no site YouTube.

Michelle Obama era esperada no Tennessee nesta quinta-feira à noite para uma reunião destinada a captar fundos para a campanha de seu marido.

Intitulado "Orgulhosa", o vídeo, de quatro minutos, começa com uma polêmica declaração dada em fevereiro por Michelle: "pela primeira vez na minha vida adulta, estou orgulhosa do meu país".

Em seguida, aparecem declarações de seis pessoas, todas elas brancas, que dizem ter sentido sempre orgulho dos EUA. No vídeo, essas declarações são interrompidas pela mesma frase da mulher de Obama.

O vídeo não faz referência às explicações dadas mais tarde por Michelle Obama, esclarecendo que estava orgulhosa pela maneira como os americanos se apaixonaram pela eleição presidencial.

aje/tt/LR

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.