Mulher completa 60 horas como refém do ex-marido no RS

Rio de Janeiro, 15 fev (EFE).- Josiane Ponte, de 29 anos, já está há mais de 60 horas como refém do ex-marido na cidade de Canoas, no Rio Grande do Sul, informou hoje a Polícia.

EFE |

A Polícia Militar retomou hoje as negociações para conseguir a rendição do sequestrador, que aponta um revólver para a mulher, e por enquanto não tem planos de fazer uma operação para libertá-la.

O vigilante Rodrigo Luciano Luz, de 34 anos, libertou no sábado seus dois filhos, um menino de 11 anos e uma menina de 8, que também eram mantidos como reféns. Ele chegou a balear um cunhado que tentou entrar na casa para conversar.

Segundo o major Eduardo Amorim, porta-voz da Polícia Militar, as negociações são lideradas por um major e um capitão que se intercalam a cada 30 minutos para conversar por telefone celular com o vigilante.

A Polícia ainda não ordenou a suspensão dos serviços de água e luz na residência e espera que o sequestrador se renda por cansaço.

De acordo com parentes, o vigilante não aceita a separação pedida pela mulher e chegou a solicitar ajuda médica por sofrer de depressão. EFE cm/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG