ataques a opositores, diz pesquisa - Mundo - iG" /

Muitos seguidores de Chávez rejeitam ataques a opositores, diz pesquisa

Caracas, 17 abr (EFE).- Boa parte dos seguidores de Hugo Chávez rejeitam que o presidente venezuelano ataque os líderes opositores que foram escolhidos por voto popular para ocupar diversos cargos, assegurou hoje o pesquisador Alfredo Keller.

EFE |

"Os próprios chavistas raciocinam dizendo que assim está atacando não ao candidato, ao prefeito ou ao governador, mas a quem votou por ele (...); que não está respeitando a decisão popular", assegurou o diretor da pesquisadora Keller & Associados.

Baseando-se nos resultados de pesquisas de sua empresa, Keller assegurou à emissora "Unión Radio" que 74% dos consultados rejeita o que chama "usurpação por parte do Governo de responsabilidades que correspondem a governadores e prefeitos da oposição".

"Setenta e quatro por cento rejeita estas atitudes do Governo, incluindo os chavistas, que argumentam, que assim como exigem dos opositores que respeitem o presidente Chávez por ter sido eleito nas urnas, este também tem que respeitar os governadores e prefeitos escolhidos por voto popular.

Keller chamou de "arremetida feroz" a atitude do Governo "para impor seu modelo e para tirar o espinho das derrotas de novembro do ano passado", quando seus candidatos perderam em algumas zonas estratégicas do país.

Nas eleições municipais e regionais do dia 23 de novembro de 2008, a oposição ganhou 5 dos 22 Governos regionais e uma quinta parte das mais de 330 Prefeituras do país, instâncias que ficaram majoritariamente sob o controle do Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV), liderada por Chávez. EFE ar/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG