Mugabe promete cooperar com novo premiê do Zimbábue

HARARE - O presidente do Zimbábue, Robert Mugabe, afirmou nesta quarta-feira que vai cooperar com o novo primeiro-ministro Morgan Tsvangirai no novo governo de unidade nacional.

AFP |

Até hoje líder da oposição, Tsvangirai prestou juramento nesta quarta como primeiro-ministro num governo de unidade com seu adversário de sempre, Mugabe.


Morgan Tsvangirai tomou posse nesta quarta-feira / AP

Tsvangirai jurou numa cerimônia limitada a um grupo de convidados e que aconteceu numa tenda branca armada no jardim da residência oficial de Mugabe.

"Servirei verdadeiramente bem ao Zimbábue no cargo de primeiro-ministro", afirmou Tsvangirai, acabando com a quase um ano de tensão política desde as eleições de março de 2008

O ex-presidente sul-africano Thabo Mbeki, que mediou as negociações para a divisão de poder, estava entre os presentes.

Violência contra a oposição

O líder oposicionista ganhou o primeiro turno das eleições no ano passado, mas abandonou a disputa no segundo turno devido à violência contra seus seguidores.

A implementação do acordo de divisão de poder veio somente depois que aumentaram as pressões dos países do sul da África por temerem um colapso completo no Zimbábue, que já teve seus dias de prosperidade.

Mugabe, no poder desde que o país obteve a independência da Grã-Bretanha, em 1980, é um dos líderes políticos mais astutos da África. Tsvangirai é ex-líder sindicalista conhecido pelos discursos inflamados, mas seu talento na liderança ainda não foi testado no governo.

Os zimbabuanos esperam que o novo governo traga políticas que reanimem o país, que sofre com a hiperinflação, o desemprego acima de 90 por cento, a falta de comida e uma epidemia de cólera que já matou quase 3.500 pessoas.

Leia mais sobre Zimbábue

    Leia tudo sobre: zimbábue

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG