O presidente do Zimbábue, Robert Mugabe, fez um apelo à população, no domingo, para que proteja suas terras dos brancos, abordando um tema bastante sensível no país, enquanto continua o suspense sobre o resultado da eleição presidencial realizada no último sábado, 29 de março.

  • Partido governante de Zimbábue pede recontagem de votos
  • Partidários de Mugabe continuam confisco de terras
  • Oposição do Zimbábue recorre à Justiça para conhecer resultado de eleições
  • "A terra tem de ficar nas nossas mãos. A terra é nossa e não se deve permitir que volte para os brancos", declarou Mugabe, enquanto veículos de comunicação oficiais anunciavam que seus simpatizantes invadiram várias propriedades de brancos durante o fim de semana.

    Falando no funeral de um tio de sua mulher, Mugabe pediu aos zimbabuanos que conservem a terra pela qual milhares de combatentes morreram durante a guerra de independência nacional na década de 1970.

    "Hoje, não podemos nos permitir a retirada na batalha pela terra", frisou Mugabe, que aparece citado na edição desta segunda-feira do jornal oficial "The Herald".

    Leia mais sobre: Zimbábue

      Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.