Mudança de visual da vice de McCain teria custado US$ 150 mil

O Partido Republicano dos Estados Unidos teria gastado cerca de US$ 150 mil com as roupas para a candidata a vice-presidente pelo partido, Sarah Palin, desde sua escolha há menos de dois meses. Antes de ser indicada como vice do candidato John McCain, Palin era governadora do Alasca, um Estado onde as mulheres geralmente se vestem com botas pesadas e agasalhos, em vez dos conjuntos de ternos e sapatos de salto alto com que Palin tem sido vista.

BBC Brasil |

Mas a candidata a vice dos republicanos não é a primeira a gastar muito com o visual e ser criticada por isso.

A senadora democrata Hillary Clinton usava conjuntos de terno e calças caríssimos, que geram comentários negativos, e o pré-candidato John Edwards, também derrotado nas primárias democratas, foi criticado por gastar US$ 400 em um corte de cabelo.

Até mesmo McCain já foi criticado por seus mocassins italianos de US$ 500 e sua mulher, Cindy, usou um figurino na Convenção Nacional do Partido Republicano avaliado, segundo a revista Vanity Fair, em US$ 300 mil graças a um par de brincos com grandes diamantes.

Crise mundial
No entanto, se esse tipo de gasto era criticado antes, pode ser pior atualmente, com a crise mundial.

Em meio aos problemas financeiros, os americanos médios estão permanecendo longe das lojas. As vendas no varejo registraram queda de 1,2% em setembro, a maior desde 2005.

Mas o Partido Republicano parece estar ignorando a tendência e deu a Palin uma viagem de compras à loja de departamentos Neiman Marcus, em Minneapolis, em que os gastos chegaram a US$ 75 mil.

Um macacão e um chapéu para o bebê de Palin, Trig, foi comprado em outra loja por US$ 92. O comitê republicano também gastou cerca de US$ 41, 8 mil em St. Louis e outros US$ 4,1 mil em consultoria de cabelos e maquiagem.

O total de despesas, desde a indicação de Palin em setembro, é avaliado em cerca de US$ 150 mil em roupas, cabelo, maquiagem e "acessórios de campanha".

A soma é mais do que o dobro da renda anual de uma residência americana média.

Estilo sofisticado
Amanda Sanders, conselheira de celebridades para a consultoria New York Image Consultants, disse à BBC que, para o americano médio, a soma total pode parecer "astronômica".

"Talvez o visual dela possa ser alcançado com US$ 50 mil, US$ 150 mil parece um pouco excessivo", afirmou Sanders. "Especialmente quando a economia americana está indo para o ralo do jeito que está."
"É como (se ela usasse) um novo traje todo dia, de agosto até o dia da eleição", acrescentou a consultora.

Mas Sanders elogia o novo visual de Sarah Palin, que descreve como "muito sofisticado", exceto por uma ocasional falta de estilo como as botas na altura do joelho, que, segundo a consultora, parecem "inadequadas" para o papel de Palin.

Para a consultora de moda, a mudança no visual tentou diminuir o contraste entre Palin e a sofisticada mulher de John McCain, Cindy, ou a elegante Michelle Obama, esposa do democrata Barack Obama.

"Ela não é mais como qualquer mulher de classe média suburbana, seu novo estilo diz 'leve-me a sério'", avalia Sanders. "Eles queriam que ela parecesse tão 'Jackie O.' quanto a mulher de Obama."
Gastos
O visual de Palin chamou a atenção em um momento ruim para a campanha de McCain. O público e analistas políticos estão monitorando atentamente os gastos de cada candidato e dos candidatos a vice desde o início da crise mundial.

Michelle Obama foi criticada depois que o jornal The New York Post afirmou que ela teria pedido lagosta, caviar iraniano e champanhe quando estava hospedada no Hotel Waldorf-Astoria. O jornal retirou a alegação mais tarde, admitindo que era inteiramente falsa.

"Com todas as questões importantes que o país enfrenta atualmente, é extraordinário que estejamos perdendo tempo falando sobre blusas e ternos", disse a porta-voz de McCain, Tracey Schmitt.

"Sempre foi a nossa intenção doar as roupas para a caridade depois da campanha", acrescentou.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG