Mubarak e ministro israelense negociam libertação de soldado

Cairo, 14 ago (EFE).- O presidente egípcio, Hosni Mubarak, recebeu hoje uma ligação do ministro da Defesa de Israel, Ehud Barak, em meio a versões ligadas às negociações para libertar o soldado israelense Gilad Shalit, sequestrado por grupos palestinos há três anos.

EFE |

A agência egípcia "Mena", que informou da conversa entre Mubarak e Barak, não deu detalhes sobre o diálogo que mantiveram.

A imprensa regional se referiu nos últimos dias a um possível relançamento das negociações para a libertação de Shalit, capturado por um grupo palestino perto da fronteira com Gaza em 25 de junho de 2006.

De acordo com estas versões, não confirmadas pelas autoridades egípcias, estuda-se a possibilidade de que Shalit seja levado de Gaza até a cidade egípcia de Arish, perto da fronteira, antes de ser transferido de volta a Israel.

Nos próximos dias deve acontecer no Cairo uma negociação indireta, com mediação egípcia, entre representantes do grupo islâmico Hamas, que controla a Faixa de Gaza, e do encarregado israelense do caso, Haggai Hadas.

Shalit foi capturado por uma força conjunta de três grupos palestinos liderados pelo Hamas. No ano passado houve gestões para trocá-lo por presos palestinos, mas essas negociações ficaram suspensas. EFE nq/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG