Movimento de Al-Sadr exige saída de americanos do Iraque

O movimento do clérigo radical xiita Moqtada al-Sadr, inimigo declarado dos Estados Unidos, exigiu nesta segunda-feira que as tropas americanas abandonem imediatamente o Iraque, um dia depois do anúncio da saída de 12.000 soldados até setembro.

AFP |

"Não damos atenção às declarações dos líderes americanos sobre a retirada, e pedimos a todas as forças americanas que abandonem o Iraque imediatamente", declarou à AFP Ahmad al-Masudi, líder da bancada sadrista no Parlamento iraquiano, em Najaf, 160 km ao sul de Bagdá.

Moqtada al-Sadr, líder da mais poderosa milícia xiita do país, o exército de Mahdi, tem se mostrado mais discreto desde as operações militares americanas efetuadas em Basra (sul) e Bagdá em 2008, que foram um revés para sua milícia.

Iraque e Estados Unidos anunciaram no domingo a saída nos próximos seis meses de duas brigadas americanas, com 12.000 soldados, o que acelerará a partida das tropas americanas, que será concluída em 2011.

str-mar-kat/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG