Teerã, 20 jun (EFE).- O líder da oposição iraniana, o pró-reformista Mir Hussein Moussavi, voltou a pedir hoje a repetição das eleições presidenciais de 12 de junho, denunciadas como fraudulentas.

Em carta enviada ao Conselho dos Guardiães, órgão encarregado de validar os resultados do pleito, o ex-primeiro-ministro afirma que, "considerando todas as violações, o pleito deve ser cancelado". EFE jm/sc

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.