Moussavi pede aos ulemás que sigam modelo de aiatolá dissidente

Teerã, 21 dez (EFE).- O principal líder da oposição iraniana, Mir Hussein Moussavi, pediu aos ulemás do Irã para seguirem o modelo do grande aiatolá Ali Montazeri, uma das figuras mais importantes da dissidência, morto no sábado passado e que será enterrado hoje na cidade santa de Qom.

EFE |

O ex-candidato reformista nas eleições presidenciais do dia 12 de junho fez esta declaração em mensagem enviada ao filho de Montazeri.

O ex-primeiro-ministro iraniano durante os anos da guerra entre Irã e Iraque (1980-1988) disse também que a morte de Montazeri foi uma grande perda e que o conjunto dos ulemás devem preencher seu vazio.

"A existência de pessoas como o aiatolá Montazeri foi uma prova para a juventude para que possa crer que existem clérigos conscientes que respondem a suas necessidades, com uma visão mais profunda da realidade", disse Moussavi em seu texto de pêsames. EFE msh/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG