Moussavi diz que repressão do Governo não afetará direitos do povo

Teerã, 25 jun (EFE).- O principal líder da oposição iraniana Mir Hussein Moussavi afirmou hoje que as ameaças não poderão impedir que o povo iraniano alcance seus direitos no final.

EFE |

Em comunicado no site "Kalameh", o ex-primeiro-ministro pede aos seguidores para continuar os protestos pacíficos contra os resultados das eleições presidenciais de 12 de junho, que a oposição considera fraudulentos.

"Nem as ameaças nem os interesses pessoais poderão impedir que o povo iraniano consiga seus direitos. Tenho certeza de que, no final, se saberá quem roubou as eleições e instigou os violentos distúrbios", afirmou.

Neste sentido, Moussavi pediu aos iranianos para prosseguir os protestos, mas sempre "dentro do marco da lei e respeitando os princípios da revolução islâmica".

O Irã é palco de protestos e distúrbios desde que, em 13 de junho, o Ministério do Interior concedeu a vitória por uma maioria surpreendente absoluta ao atual presidente, Mahmoud Ahmadinejad. EFE jm/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG