Moussavi denuncia pressões para retirar pedido de anulação das eleições

O candidato reformista Mir Hossein Moussavi, principal figura do movimento que denuncia fraudes na eleição presidencial do Irã de 12 de junhom denunciou nesta quinta-feira ser objeto de pressões para retirar a demanda de anulação do pleito.

AFP |

"Recentes pressões pretendem que abandone minha demanda de anulação da eleição", afirma Moussavi em uma mensagem publicada em seu site.

Segundo os resultados oficiais, o presidente Mahmud Ahmadinejad foi reeleito com 63% dos votos, contra 34% para Moussavi.

A campanha de Moussavi denunciou fraudes e irregularidades e pediu a criação de uma comissão independente para investigar o processo eleitoral.

O poder da República Islâmica rejeitou a possibilidade de convocar uma nova votação e informou que o presidente e seus ministros tomarão posse entre 26 de julho e 19 de agosto.

pcl/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG