Manila, 12 jun (EFE).- Os setores dos transportes nas Filipinas e na Tailândia protagonizaram hoje mobilizações contra o alto preço dos combustíveis, e pediram a seus respectivos Governos soluções imediatas.

Pelo menos 500 caminhões, automóveis e veículos de vários tipos participaram da marcha organizada em Manila, que acabou no Palácio de Malacañang, residência dos chefes de Estado filipinos.

O litro de gasolina nas Filipinas passou de 44,5 pesos filipinos (US$ 1) em janeiro para 55 pesos filipinos (US$ 1,2) em junho, junto a uma inflação galopante, que em maio registrou o nível mais alto em nove anos, com uma taxa anualizada de 9,6%.

Na Tailândia, dezenas de milhares de transportadoras, pescadores e agricultores protagonizaram o segundo dia de uma mobilização geral para pressionar o Governo a buscar soluções ao alto preço da gasolina.

Os manifestantes ameaçaram parar Bangcoc com cerca de 120.000 caminhões, se as autoridades não anunciarem subsídios ao gasóleo até a próxima terça-feira. EFE zm/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.