Motorista de caminhão em que morreram 54 clandestinos birmaneses se entrega

O motorista tailandês de um caminhão frigorífico no qual 54 emigrantes clandestinos birmaneses morreram há uma semana se entregou e confessou participação na tragédia, informou a polícia.

AFP |

Suchon Boonplong, 38 anos, se entregou à polícia na terça-feira, anunciou o general Apirak Hongthong, chefe de polícia da província de Ranong.

"Ele confessou que foi contratado pelo proprietário do caminhão para transportar estas pessoas à ilha de Phuket por 80.000 baht (2.500 dólares)," disse Apirak.

Do grupo de 121 emigrantes que tentaram entrar ilegalmente na Tailândia dentro do caminhão frigorífico, cujo sistema de ventilação estava com problemas, 37 mulheres e 17 homens morreram afogado no dia 9 de abril.

Os clandestinos pretendiam trabalhar na ilha turística tailandesa de Phuket.

ask/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG