Moscou vai retirar cerca de 180 russos e ex-soviéticos da Faixa de Gaza

Moscou, 2 jan (EFE).- A Rússia vai retirar cerca de 180 pessoas, a metade russos e o resto cidadãos de repúblicas ex-soviéticas, que moram na Faixa de Gaza, informaram hoje fontes diplomáticas.

EFE |

"Estamos no posto de controle de Erez e à espera de que os israelenses deixem as pessoas atravessarem", disse Anastasia Fedorova, porta-voz da Embaixada russa em Israel, citada pela agência "Interfax".

Em princípio, cerca de 300 pessoas, em sua maioria mulheres e crianças, deveriam ser evacuados mas, por razões desconhecidas, nem todos chegaram a tempo.

Diplomatas russos acompanharão os retirados até a Jordânia, de onde serão levados para Moscou em dois aviões do Ministério de Situações de Emergência, que também transportaram ajuda humanitária para os palestinos. EFE io/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG