Moscou pode aceitar nova redução do arsenal nuclear

A Rússia pode aceitar uma redução mais acentuada de seu arsenal nuclear, como parte de um acordo para substituir o tratado START, depois que os Estados Unidos desistiram do projeto de escudo antimísseis na Europa.

AFP |

"Moscou pode, em resposta, reduzir a 1.300 o número de armas nucleares estratégicas", declarou Igor Barinov, vice-presidente da Comissão de Defesa na Duma (Câmara Baixa do Parlamento).

Na última visita a Moscou em julho, o presidente americano, Barack Obama, assinou um acordo com o colega Dmitri Medvedev para reduzir a entre 1.500 e 1.675 o número de ogivas nucleares estratégicas (contra os 2.200 como máximo incluídos no tratado START, de redução de armas estratégicas).

alf/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG