A Rússia pediu nesta sexta-feira à Coreia do Norte que desista de lançar um satélite, em uma declaração do vice-ministro russo das Relações Exteriores, Alexei Borodavkin,

"A situação na região é tensa e seria preferível renunciar ao lançamento", afirmou Borodavkin citado pela agência russa Interfax. "De nada serve atiçar as tensões", insistiu.

A Coreia do Norte anunciou que colocará em órbita um "satélite de telecomunicações" entre 4 e 8 de abril. Estados Unidos, Japão e Coreia do Sul suspeitam que o regime comunista norte-coreano pretenda efetuar na realidade um disparo de teste de um míssil de longo alcance Taopodong-2.

vl/dm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.