Moscou e Teerã defendem ampliação de cooperação militar

Moscou, 17 fev (EFE).- Os ministros da Defesa da Rússia, Anatoli Serdiukov, e do Irã, general Mostafa Mohammad Najjar, realizaram hoje negociações em Moscou e apostaram na ampliação da cooperação militar entre os dois países.

EFE |

"Serdiukov destacou o caráter construtivo das conversas e expressou sua esperança de que contribuam para o desenvolvimento das relações entre as pastas da Defesa de Rússia e Irã", indicou o Ministério russo em um breve comunicado.

A nota não precisa se os ministros responsáveis falaram sobre novos pedidos de armas russas e se Najjar exigiu que Moscou cumpra o contrato de fornecimento de sistemas mais modernos de Defesa, como tinham antecipado fontes russas e iranianas.

Um representante da indústria militar da Rússia assegurou ao diário local "Kommersant" que Moscou não pensa por enquanto em cumprir este contrato para não frustrar o incipiente diálogo com a nova Administração americana, do presidente Barack Obama.

Segundo fontes do "Kommersant", Moscou e Teerã assinaram no passado contratos para fornecer ao Irã 29 sistemas de Defesa aérea de curto alcance Tor-M1, por US$ 700 milhões, e de cinco baterias de sistemas S-300, por US$ 800 milhões.

O acordo sobre os sistemas de Defesa Tor-M1 já foi cumprido, mas as baterias de sistemas S-300 ainda não foram entregues.

Moscou alega "razões políticas" para atrasar o cumprimento deste último contrato, e as autoridades russas devem esperar pela primeira reunião, em março, do chefe de sua diplomacia, Serguei Lavrov, com a secretária de Estado americana, Hillary Clinton, e em abril entre Obama e o presidente russo, Dmitri Medvedev.

A Rússia acredita que o Governo Obama pode superar a crise sobre o desarmamento nuclear iraniano. EFE se/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG