não reviver a Guerra Fria - Mundo - iG" /

Moscou diz que Otan optou por não reviver a Guerra Fria

Moscou, 4 dez (EFE).- A Chancelaria russa disse hoje que a Organização Tratado do Atlântico Norte (Otan) optou por não reviver a Guerra Fria ao anunciar ontem sua intenção de retomar os contatos com Moscou, suspensos após a guerra na Geórgia.

EFE |

"A maioria dos países da Aliança não está disposta a apoiar as tentativas de reviver a idéia inventada de uma ameaça de Guerra Fria supostamente procedente do Leste", assinalou o Ministério de Relações Exteriores russo em comunicado.

Moscou diz que os aliados "são conscientes de que a ausência de diálogo com a Rússia nos cruciais problemas de segurança é contraproducente".

"Não somos partidários de uma nova edição da Guerra Fria.

Trabalharemos em um futuro em prol da superação da atual lógica de confronto na Europa", acrescenta.

A Chancelaria, que se mostrou contrária à "criação de novas linhas divisórias e de regiões com diferentes níveis de segurança no continente", considera que "a Aliança retornou a posições realistas".

"Estamos convencidos de que a cooperação efetiva no marco do conselho OTAN-Rússia só é possível sobre uma base honesta e equitativa, levando em conta os interesses e as preocupações comuns", aponta.

Por sua vez, a Rússia comemorou o fato de que a Otan negasse a concessão do Plano de Ação para a Adesão (MAP) à Geórgia e à Ucrânia.

"Esta decisão reflete a compreensão dos riscos relacionados com a acelerada admissão desses países na Otan", indica.

Contudo, a Chancelaria ressalta que "nas relações futuras com a Otan, a Rússia não pode ignorar as lições de agosto, quando a Organização não deu passos para frear a aventura georgiana, assumindo uma postura sossegada de apoio a Tbilisi".

O representante militar russo para a Otan, general Alexei Maslov, viajou ontem a Bruxelas para assumir o cargo após quatro meses de hiato devido ao esfriamento das relações entre Moscou e a entidade.

EFE io/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG