inimiga da Ucrânia - Mundo - iG" /

Moscou critica política inimiga da Ucrânia

Moscou acusou nesta quinta-feira a Ucrânia de estar adotando uma política inimiga com relação à Rússia.

AFP |

Além disso, acusou o governo ucraniano de estar "complicando" as atividades da Frota russa no Mar Negro, com base na Criméia, e de ter parte da responsabilidade no recente conflito armado com a Geórgia.

"Nos últimos tempos as autoridades ucranianas realizaram uma política com relação à Rússia que só podemos classificar de inimiga", afirma o ministério russo das Relações Exteriores em um comunicado.

"Esta política conduz a uma deterioração das relações bilaterais e suscita na Rússia uma grave preocupação", acrescentou.

"Estamos seriamente preocupados com o fato de os responsáveis ucranianos ficarem sempre questionando a duração da presença da Frota do Mar Negro da Federação Russa em território ucraniano", indicou o ministério, denunciando "tentativas de complicar a atividade".

A frota russa no Mar Negro está estacionada no porto ucraniano de Sebastopol, na península de Criméia, segundo os termos de um acordo concluído em 1997 entre os dois países e válidos durante 20 anos.

A Ucrânia, uma ex-república soviética, provocou em agosto a indignação de Moscou, ao impor por decreto restrições aos movimentos dessa frota, que participava no conflito entre a Rússia e a Geórgia.

O presidente ucraniano, Viktor Yushchenko, afirmou ao jornal francês "Le Monde" que a frota russa no Mar Negro é fonte de "múltiplos problemas".

bur-acc/lm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG