Os dois bombardeiros russos estratégicos que seguiram para a Venezuela na quarta-feira não transportam armas nucleares, informou a Força Aérea de Moscou.

"Não há armas nucleares a bordo dos aviões", disse o porta-voz da Força Aérea, Vladimir Drik.

Os dois bombardeiros da aviação estratégica russa TU-160 pousaram na quarta-feira em uma base militar do norte da Venezuela com o objetivo de realizar "vôos de treinamento".

afp/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.